3° Feira Plana

Por | 09/03/2015 | 1 Comentário

Nesse último fim de semana aconteceu a tão esperada Feira Plana, sendo sua terceira edição e já pode ser considerada um dos maiores eventos nacionais de publicações independentes.

Novamente a feira ocorreu no MIS (Museu da Imagem e do Som), e teve como tema dessa vez a fotografia, tendo duas exposições ocorrendo ao mesmo tempo: Nova Fotografia 2015, com a série As Cinzas da Quarta, de Gabriel Quintão e a coleção organizada em duas séries, Coisas que eu vejo e México originalmente intitulada Unseen de Jéssica Lange.

Esse ano, o evento ganhou um pouco mais de espaço devido o aumento da procura de expositores e público, além de usarem a parte externa e o térreo também foi cedido parte do andar de cima aumentando o número de participantes. Mesmo com mais espaço e com a chuva incansável, havia momentos em que era impossível locomover-se e cavucar todas as mesas.

O público compareceu em peso, tanto que em certo momento caso alguém resolvesse sair não conseguiria entrar de novo devido a contagem de pessoas já ter atingido o limite. Se a fome batesse, lá dentro também tinha a “praça de alimentação” para todos os gostos.

A Feira Plana dá espaço a todo tipo de projeto editorial impresso independente, dessa vez abordando a produção punk de guerrilha, auto-publicações, livros com refino gráfico, etc. Torna-se um grande pontapé para os artistas/selos fazerem lançamentos de seus trabalhos.

O evento contou com mais de cem expositores entre zines, livros, sketchbooks, quadrinhos, fotografias, colagens, ilustrações, pôsteres e por aí vai e a cada ano fica visível a necessidade de mais espaços para suportar tamanha demanda de todos os envolvidos, o que evidencia ainda mais a evolução do cenário. No próximo, o MIS ficará pequeno…

PS: Ano que vem não posso perder novamente o prazo de inscrição.

 

IMG_2495

IMG_2469

IMG_2467

IMG_2477

IMG_2490

IMG_2501